20 dezembro 2008

UMA PAISAGEM DE UMA BELEZA COMOVENTE


Com os meus mais sinceros agradecimentos à Gerência
e a todo o pessoal desta magnifica instituição.


Não, não é mais uma das minhas memórias passadas; mas sem dúvida será uma das memórias que irei preservar para o resto da minha vida.

Tal como no fado Malhoa, cujo poema nos diz que “faz rir a ideia de ouvir com os olhos…”, explicando depois que essa ideia “faz rir, mas não para quem viu o quadro a cores”, também aqui me seja permitido usar a expressão “uma paisagem, de uma beleza comovente”.

Não sou rico, mas se me perguntarem em que extracto social me julgo inserir, diria que julgo pertencer à classe média alta.

Julgo dever dar esta explicação prévia para que melhor se compreenda o significado da frase com que vou iniciar este meu texto.

Os “ricos” como eu passam férias alguns dias no ano no INATEL, os “pobrezinhos e endividados” passam férias em Cuba, no Dubai, no Brasil, etc.

Este ano, Dezembro de 2008, fui até Portugal, Piódão, uma aldeia encrostada nas faldas da Serra do Açor.

Consta que os primeiros habitantes se fixaram neste local, quando o senhor Vasco da Gama, andava nas caravelas à procura do caminho para as Índias. Mais um que tinha a mania de passar férias no estrangeiro; mas eu sei para onde vou e ele apenas tinha uma vaga ideia do sítio para onde gostava de ir.

Pois é, sou um privilegiado, tenho GPS e se não fora o caso de conhecer bem os caminhos do meu Portugal, com esta maravilha da técnica, ainda andaria à procura do Piódão algures lá pela Europa Central.

Mas nestes tempos modernos, com estas “teclogias”, há lá algum GPS que saiba onde fica o Piódão.

-
TECLOGIA - derivado da palavra tecla – aqueles botõezinhos dos computadores, onde nós carregamos para fazer aparecer as letras!... e que no tempo em que eu andava na escola e que se escrevia com caneta de aparo para molhar no tinteiro, um palavra escrita assim dava pelo menos, e por estarmos em vésperas de Natal, umas duas reguadas em cada mão. Pois é, mas sabia os rios, as serras e onde ficava o Piódão, melhor do que o GPS.

Voltando ao assunto que aqui me troce, estive estes dias, não a fazer o Presépio, mas a viver dentro de um... e se não acreditam vejam estas imagens tiradas do vídeo feito pelo Besnico di Roma.

Um presépio vivo





Museu do Piódão


"Ó lhó pessarinho"


Um brinde de Boas Festas, à saúde do Senhor Carlos,

comerciante de uma loja de artesanato e bebidas








O Besnico foi à pinga


Por atalhos e caminhos




Um recanto de Chãs d’Egua




E é com esta última imagem, digna de um postal de Natal que

do fundo do coração vos desejo um

SANTO NATAL e

UM NOVO ANO, COM SAÚDE, PAZ e AMOR





SÃO ESTES OS VOTOS DO VOSSO AMIGO

BESNICO DI ROMA

NATAL DE 2008

4 Comments:

At 21 dezembro, 2008 03:29, Blogger Maria said...

Tou cheia de inveja...
Ando para passar uns dias em Piódão há mais de nem sei quantos anos. A falta de companhia tem adiado tudo.
Tou cheia de inveja...

Beijinho, Besnico
(não, não está nada esquecido)

 
At 21 dezembro, 2008 09:35, Blogger Paula Raposo said...

Já tive o privilégio de visitar essa lindíssima aldeia que parece mesmo um presépio iluminado! As tuas fotos dão bem conta de quão bela é. Muitos beijos e bom Natal.

 
At 23 dezembro, 2008 17:31, Blogger Papoila said...

Olá Besnico:
Belíssimas fotos!
Este é um dos locais que está na minha lista para férias... (conheço como tu os INATEL, e a Páscoa é sempre uma época de andar por aí...)
Para ti um FELIZ NATAL com os que mais amas!
Beijos

 
At 24 dezembro, 2008 15:24, Blogger Dulce said...

Estou farta de ouvir falar no Piodão mas ainda não fui lá. Talvez neste ano que está a chegar ... pelas fotos parec-me um sítio bem bonito.
Um beijo para ti e mais uma vez um Bom Natal.

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home