05 outubro 2006

DOCE EMBALO

Isto hoje está mau… já nem a alma me dói… aliás, não me pode doer aquilo que já não tenho.
.
Também não preciso de repetir aquilo que vocês já sabem – não sou um poeta, não sei fazer versos. Mas hoje apeteceu-me escrever isto, não é bom, nem mau; saiu assim, como está e nem os li… “postei-os” assim mesmo.
.
DESCULPEM
.
(estou aqui à tua espera)
.
* * *
.
Vem, aproxima-te devagarinho
.
Não perturbes o meu silêncio
.
Aproxima-te de mansinho
.
Vem, não tenhas medo
.
Por cima do meu ombro lê o que escrevo
.
Em silêncio saberás o meu segredo
.
Vem, estou aqui à tua espera
.
Depois… para não doer
.
Apaga-me remorsos e recordações
.
Deixa-me apenas sonhos e ilusões
.
Embala-me então em teus braços
.
Afaga-me o rosto para adormecer
.
Beija-me como minha mãe ao nascer
.
e leva-me contigo ó morte.
.

4 Comments:

At 05 outubro, 2006 00:57, Blogger maria said...

É autêntica poesia que se encontra aqui. O estado de espírito poético exacerbado... (para estranheza tua???). Estou certa de que saberás porquê!
Beijo.

 
At 05 outubro, 2006 18:27, Blogger Maria P. said...

Eu sei andar em silêncio...

Beijinho:)

 
At 05 outubro, 2006 19:56, Blogger AnaG. said...

Há momentos em que a única maneira de ficar em paz, é escrever...
Mas valeu a pena...
Não acredito que não seja poeta.
:)

 
At 06 outubro, 2006 20:34, Anonymous Juda said...

Desculpem... eu conheço este local da imagem, hááááá... se conheço... Mas ó Besnico, ultimamente acho-o um pouco nostálgico, e noto uns comentários que não identifico agora que me deixam estranho, juro que se tivesse o numero de telefone ligava e lhe dizia: "olhe que senhora tal tem algo a ver consigo, e muito" desculpe ou desculpem o desabafo, mas ó Bésnico eu não o quero ver tristonho, vamos ao chocolate?? um abraço...

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home